03/04/2019

Chegamos em casa!

Pemba, 01 de Abril de 2019.

Olá queridos, graça e paz!

Hoje quem escreve a vocês sou eu, a Ana.

Sempre alternamos quem escreve nossas cartas de oração, mas desta vez não tinha como não ser eu a escrever. 

Chegar aqui depois de tudo o que passamos nos últimos meses fez meu coração se encher de gratidão, apesar de tantas lágrimas ainda derramadas pela falta do meu pai (ainda tem me custado a acreditar que ele se foi).


No dia 26 de fevereiro o avião pousou em um ambiente familiar, uma cidade que para mim sempre foi sinônimo de descanso e paz: a cidade de Pemba, no norte de Moçambique. Sempre sonhei em ter uma família missionária, que caminhasse no mesmo rumo e tivesse os olhos fitos para o mesmo horizonte. E,  quando me vejo com esse dois meninos lindos ao meu lado, vejo como sou privilegiada! Deus respondeu às minhas orações e àquelas que eu nunca fiz.

As ruas de Pemba estão sendo familiarizadas pelos pezinhos do nosso filho, que é sociável como a mãe e curioso como o pai, que ama fazer novas amizades e conhecer novos lugares. Por onde chega, leva consigo novos braços para carregá-lo, para mostrar tartarugas, cachorros, novos brinquedos feitos de galões de água e quintais de terra. Com uma bola agrega meninos e meninas.

Ele tem nos ensinado, já no começo dos nosso dias aqui, a nos despojarmos de nós mesmos, a carregarmos as nossas bolas e como ele, agregar pessoas pra que possam conhecer a razão de estarmos aqui: o nosso salvador Jesus, aquele que muda histórias e agrega povos, línguas, tribos e raças ao seu Reino.


Escrevemos pela primeira vez da nossa casa. Foram dias de muitas reformas, martelos, pregos, tinta, compras nos mercados locais e novas amizades. Esta foto ao lado é do Amisse, o carpinteiro que fez nosso sofá. Jhonatan esteve à frente de todo o processo e nos abençoou com um cantinho mais que especial para vivermos entre o Povo Mwani. E assim, estamos prontos para começar o processo de aprendizagem da língua Kimwani e para logo agregarmos nossos vizinhos à nossa vida e rotina.

Temos visitado algumas igrejas locais (que fazem parte de outra tribo chamada Macúa) e decidiremos qual iremos frequentar. Já participamos de um noivado, o que nos fez aprender bastante sobre os valores culturais e teológicos da cultura cristã vigente, e nos comprometemos com atividades que se iniciarão este mês.

Convidamos você a fazer parte da nossa vida aqui em Pemba, que por um prisma parece um lugar lindo de se viver, mas por outro, sofre com uma economia caótica, sem oportunidades de emprego, educação deficitária, ruas sem asfalto, redes de esgoto ou água encanada, rede pública de saúde precária e onde a maioria da população ainda vive das produções de suas plantações e das pescas diárias do que o mar pode-lhes oferecer. 
 . 

Estejam conosco em oração pelo Povo Mwani. 

Estejam em oração por nós, principalmente pela vidinha do Théo. Que Deus o guarde em sua saúde física, emocional e espiritual, e que Jhonatan e eu tenhamos discernimento, força e sabedoria para criá-lo nos caminhos do Senhor, com alegria, responsabilidade, qualidade e aconchego. 

Também estaremos a orar por vocês. Que Deus , na sua infinita misericórdia os guarde em seu amor eterno.

Com amor, carinho e já com saudades,

Jhonatan, Ana e Théo.


Avatar
Publicado por Fernanda