05/09/2017

Como um sonho

Quando o Senhor trouxe os cativos de volta a Sião, foi como um sonho. Sl 126.1

Este salmo fala de um fato que marcou a história de Israel. O povo estava perto de entrar na terra dada por Deus, ou seja a terra prometida a Abrão, Isaque e Jacó e Deus avisou novamente sobre as bençãos e maldições que poderiam vir sobre eles e que o povo ficariam na terra com a condição de ser fiel ao Senhor e o povo concordou. Porém o povo continuou inúmeras vezes com sua infidelidade, rebeldia e desobediência a lei de Deus e apesar da bondade de Deus durante todo esse tempo finalmente as maldições foram executadas, e o povo foi levado para a Assíria e Babilônia como escravos. Poucos foram os judeus que ficaram.

Sião era o nome da fortaleza dos Jebuseus que foi conquistada por Davi em Jerusalém. Davi conquistou a fortaleza de Sião que veio a ser a cidade de Davi. (II Sm. 5.7). Na Bíblia Sião tem significados espiritual ou figurativo como: Jerusalém, o céu, povo de Deus… Em Sião ou no monte Sião Deus falava com o povo. O cativeiro foi permissão de Deus! “Juntos aos rios da Babilônia nós nos sentamos e choramos com saudade de Sião… Como poderíamos cantar as canções do Senhor numa terra estrangeira?” (Sl. 137. 1,4). Em Lamentações se encontrava o povo no cativeiro. Porém o Senhor decidiu libertá-los depois de quase 70 anos. Eu entendo que não saíram todos de uma vez do cativeiro, e sim em grupos. “ Quando o Senhor trouxe os cativos de volta a Sião, foi como um sonho. Então a nossa boca encheu-se de riso, e a nossa língua de cantos de alegria. Até nas outras nações se dizia: “O Senhor fez coisas grandes por este povo”. Sim, coisas grandiosas fez o Senhor por nós, por isso estamos alegres” (Sl. 126.1-3).  Tudo o que Deus faz é para glória dele!

O que nos leva ao cativeiro? Os nossos pecados, a nossa desobediência, a nossa omissão, etc. Eu tento imaginar a alegria do povo retornando à sua terra, mesmo com Jerusalém assolada, o povo amava a sua terra e tinha esperança de algo novo para suas vidas, pois Deus tinha dado livramento. Nós que cremos em Jesus, somos estrangeiros também, pois como disse o apostolo Paulo, “Pois a nossa pátria esta nos céus, de onde também aguardamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo”. Assim como o povo de Israel, as vezes precisamos de uma restauração do Senhor, pois a alma esta abatida e Deus pode vir e trazer a libertação e teremos um novo canto em nossos lábios.

Hoje não precisamos ir a Sião ou a Israel para ter comunhão com Deus, pois temos o Espírito Santo em nós, mas precisamos espalhar a semente. “Senhor restaura-nos, assim como enches o leito dos ribeiros no deserto”. Isso é fé! A maior parte de Israel é desértica. Esse Salmo fala do deserto do Negev que ocupa quase 60% do território de Israel, ele é seco e árido. A chuva caía em média 3 vezes ao ano. “Senhor, restaura-nos assim como enche o leito dos ribeiros no deserto” (Sl 126.4). A versão atualizada diz assim: "Faze regressar os nossos cativos, Senhor, como a corrente do Sul”. Parte do povo ainda estava no cativeiro e o grupo que voltou pediu uma restauração em meio as ruínas, devastação e destruição de Jerusalém. Eles queriam uma renovação na vida deles e na vida dos que ficaram no cativeiro e em Sião, assim como o Senhor enche os  leito do ribeiros no deserto de Negev. Creio que o Brasil tem vivido momento de cativeiro. A nação esta em pecado de imoralidade sexual, assassinato, idolatria, extorsão, etc. Muitas igrejas infelizmente tem cometido o pecado da omissão. Necessitamos urgente de arrependimento! Creio que se nos unirmos como uma só igreja do Senhor e clamarmos e anunciarmos, o Brasil será impactado pelo poder de Deus e o principado que está sobre a nossa nação cairá e o Senhor restaurara a nação.

Se a sua comunhão com Deus esta seca e árida como o deserto do Negev e você anseia por uma restauração em alguma área da sua vida, Ele pode te restaurar. Se o teu foco é o Senhor, então mova-se! Não podemos deixar de semear, difícil será semear sem lágrimas, mas poderemos colher com cantos de alegria, diz a Palavra. Quantas pessoas, tribos e nações estão no cativeiro e vivem sem esperança da salvação por não conhecerem o Salvador? Nós precisamos dizer aos cativos que Jesus salva! Nós precisamos dizer ao mundo que Jesus livra do cativeiro! Nós precisamos dizer que Jesus restaura a sequidão! Nós precisamos anunciar para que as nações digam: "Grandes coisas fez o Senhor por nós e por isso estamos alegres!”.
A eleição para presidente que ocorreu em Agosto aqui no Quênia, com momentos bem tensos e alguns lugares de conflitos resultando em mortes, foi cancelada. Obrigada pelas orações, porém peço que continuem orando pela nova eleição daqui a 60 dias.


No final de Julho tivemos novamente um encontro com os sheiks (líderes religiosos) e a Palavra foi semeada em meio ao debate. Ore por mais oportundiades com esses líderes e para que Deus abra o entendimento e o coração de cada um.

Estaremos retornando as aulda de inglês com o “povo S” agora em Setembro, pois com as eleições muitos “S” tiveram que sair de Nairobi, orem por mais “S” para o projeto.

Temos feito caminhada de oração nos bairros onde os “S” moram, com a esperança das portas se abrirem e podermos anunciar Jesus para esses que estão cativos.




Tivemos oportunidade de fazer uma programação para crianças “S” durante 3 dias. Foram momentos bem favoráveis para construirmos uma relação de amizade com essas crianças. Orem para que tenhamos novamente ocasião como essa.  

Agradeço a Deus por me permitir mas um ano de vida e por ter parceiros financeiramente e de oração que tem caminhado comigo até aqui. Obrigada a todos!

Pedido  de oração:

  • Aprendizado da língua “S” e pela salvação da professora
  • Pelas crianças “S” e pelo projeto de inglês para os jovens “S”
  • Pela igreja queniana envolvida com os “S” e pelos trabalhos que temos realizado juntos.
  • Pelo alcance dos 100% do sustento e pela fidelidade de cada mantenedor e intercessor.
  • Pela minha família, igreja  e pelo Brasil.
  • Povos africanos ainda não alcançados pelo evangelho.


Com carinho,
Lélia Ferreira


Gostaria de contribuir com o meu ministério? Clique aqui.


Avatar
Publicado por Fernanda