13/12/2017

Feliz Natal, Feliz Ano Novo, Feliz vida com Cristo!

Amados irmaos, igrejas, amigos ,

Gostaria de nesse final de ano, dizer à todos que estão orando pelos missionários em geral, e por suposto, por mim, que meu coração se alegra no Senhor, imensamente!

Minha alma rejubila-se ao perceber e receber as bênçãos derramadas em minha vida. Com 76 anos, 46 de ministério sinto-me feliz por lembrar a maneira como  Jesus Cristo abriu as portas para o inicio da caminhada missionária. Foi na adolescência o chamado, através das atividades voltadas para missões, que nossa querida igreja batista, lá no Brás, com a direção do amado Pr. Gioia Martins, implementou em minha vida, a visão do mundo sem salvação.

E como vocês sabem, muitas vezes o missionário enfrenta o choque cultural, que não foi o meu caso, graças a Deus, ao perceber as diferenças culturais e adaptações em outras terras. O Senhor nos guiou por Amazonas, Bolívia entre índios tribais da selva, os ayoreos e em Cochabamba, com grupos quechuas. Depois do falecimento de meu marido, Pr. Jaime, voltamos para o Brasil, aguardando a direção do Senhor.

Alguns anos atendendo na favela da Gabriela Mistral e lecionando no Seminário Teologico Batista Centralense e outras instituições, Deus abriu amplamente a oportunidade de colocar meus pés e vida na África em tempo integral. Nossa igreja havia feito uma visita de curto prazo em Angola um ano antes e o chamado se confirmou mais uma vez.

Mas meus queridos irmãos, o tempo passa, os projetos mudam, realidades sociais, político-religiosas intensificam e o grande números de refugiados chegam ao nosso país.
Como resposta de minhas orações, nossa Missão para o Interior da África, elaborou o projeto para o atendimento da avalanche daqueles que perderam a possibilidade de viverem em seu país de origem, e lutavam por um lugar onde pudessem encontrar paz para si e suas famílias.

Nossas igrejas estão abrindo suas portas! E nosso Deus tem me dado o grande presente de serví-Lo aqui. Temos  bolivianos, depois do culto ficam para aulas de doutrina, pela manhã o grupo de haitianos nos encantam com hinos que conhecemos, vários irmãos africanos juntam-se para cantar também. Estamos orando para que o Senhor ajude o grupo do Pr. Moussa possam encontrar um lugar para o atendimento com condições melhores, pois quando chove, debaixo do viaduto nao é o melhor lugar, pois as crianças e os adultos não se sentem confortáveis. Orem por isso.

Nosso Deus é fiel, suas promessas são eternas, por isso juntem-se comigo por pessoas e igrejas que possam ajudar no nosso sustento, agradecer a saúde depois de 23 malárias na África,a atenção de minha igreja, família, minha filha Tamarita, Noah e os netos e sua responsabilidade com as crianças da igreja, grupo de mulheres. E uma bênção de Deus poder estar esses dias com ela.

Feliz Natal, Feliz Ano Novo, Feliz vida com Cristo, Nosso Senhor e Salvador,

Um abraco, Ita  

Avatar
Publicado por Fernanda