10/02/2020

Marca da Cruz e vida pela fé

Queridos intercessores,
 
Mais um mês se finda, mais uma oportunidade de compartilhar o que Deus tem falado, ministrado e realizado. Porém, primeiro quero refletir sobre alguns textos chaves para este mês.

A mensagem da cruz é uma das mais importantes, pois proclama o estar crucificado para o mundo e a esperança de viver intencionalmente como nova criatura/filha de Deus. Isto me leva a pensar o quanto esta mensagem da cruz e a sua marca são visíveis nos pensamentos e nas atitudes do meu dia a dia.

Cristo vivendo em mim só é possível pela fé n’Ele. Isto não é uma mensagem maravilhosa? Por causa do que Cristo fez na cruz por mim, posso viver uma vida diferente, não há em mim mérito nenhum para isso. O quanto esta vida de Cristo em mim é visível no meu cotidiano?

Não parece paradoxal esta afirmação de Paulo? Morrer é lucro e viver é Cristo! Sim, é isso mesmo, no Reino de Deus, há conceitos diferentes do mundo. E o desafio é que toda minha vida possa girar em torno de Cristo e que meu dia a dia possa ser uma expressão de Cristo! O quanto isto tem sido verdade em minha vida?

DIA A DIA
Como viver esta vida em Cristo? Diariamente temos oportunidades concretas de tornar a mensagem da cruz e a vida pela fé visíveis.

Oportunidades de fazer novos contatos – tenho mantido contato com Daniela. Faz pouco tempo que ela abriu um restaurante. Na noite anterior à abertura, ajudei-a a arrumar, lavar e limpar tudo. O interessante foi que Deus me deu tempo para orar com ela, consagrando aquele lugar a Deus e mostrá-la que Ele pode usá-la para abençoar todos que passam por ali. 

Fui convidada também pelo bispo e sua esposa para passar um sábado com eles, sendo que puderam me mostrar a terra onde eles plantam (cerca de duas horas de viagem). Por sinal, eles são meus vizinhos. Pudemos compartilhar uma refeição juntos, foi muito bacana. Além disso, pude visitar alguns dos profissionais da unidade de saúde, com os quais tenho contato. Numa destas visitas, estava segurando um bebê e de repente percebi que minha saia ficou molhada, pois usar fralda por aqui não é comum (já que é cara). Além de outras pessoas, que Deus vai colocando no meu caminho. Dessa forma posso tornar a vida de Cristo visível.

Oportunidade de abençoar os membros da equipe: por meio de um telefonema, compartilhar de uma palavra ou música específica com alguém, fazer um bolo, compartilhar um chocolate ..., é só estar atenta. Num dos sábados, passamos o dia juntos: jogamos alguns jogos, refletimos sobre a graça de Deus, oramos juntos, e discutimos a estrutura ("framework”) da MIAF, o que foi muito valioso. 

Em outra ocasião foi o aniversário da Helen (por sinal ela faz aniversário no mesmo dia que minha mãe): almoçamos juntos, cantamos parabéns e comemos bolo juntos. Nestas pequenas atitudes posso viver esta vida de fé em Cristo.

  

Ser ministrada por Deus: Deus tem usado Sua palavra para falar comigo em diversos momentos, como esta palavra é rica! Nas quartas, no estudo bíblico, iniciamos o livro de Daniel. Quando estávamos estudando o primeiro capítulo, identifiquei-me muito com Daniel. Ele foi levado para a Babilônia; precisou aprender uma nova língua e uma nova cultura; recebeu um novo nome; estava sendo treinado; mas em algumas coisas ele foi corajoso e posicionou-se, pois a cultura daquele povo se opunha à cultura do Reino de Deus; e, em tudo, o favor de Deus estava sobre sua vida e de seus amigos. Posso dizer que nunca havia pensado em Daniel nesta perspectiva! Esta palavra nos habilita a viver esta nova vida em Cristo

Surpreendida por Deus: em dado momento, estava com muita vontade de comer queijo (o que não é possível comprar aqui). Havia comprado um saquinho de leite e percebi que estava vazando um pouco. Não havia parado em casa e quando fui usar o leite, toda a parte branca do leite havia decantado e estava separada do líquido. Era como se fosse queijo cottage e pude comer com pão. Também recebi duas boas notícias esta semana: minha permissão de trabalho está pronta e posso buscá-la; e, finalmente minha entrevista no Conselho de Enfermagem está marcada para quarta que vem. Assim Deus nos surpreende, às vezes de forma que não esperamos e nos leva a viver esta vida pela fé.

Ministrar outros: num dos domingos fui juntamente com mais três jovens para a igreja em Naterapus na área rural. Ao chegar lá, durante o louvor, descobri que nenhum deles estava preparado para trazer uma mensagem. Eu também não estava, pois a princípio só estava ali para fazer companhia; mas como nenhum deles queria falar, acabei compartilhando sobre a importância de um relacionamento pessoal com Deus (algo que Deus havia ministrado ao meu coração alguns dias antes). Fiquei me perguntando se o que eu falava, fazia sentido na cultura deles. 

Havia também cerca de 200 crianças no culto: uma necessidade e oportunidade enorme de ministrar! Será que usamos as oportunidades que temos para mostrar Cristo de forma concreta?

Perspectiva de Deus nas situações: esta semana iniciei a segunda fase do aprendizado da língua. Uso as figuras de um livro para descrever na língua o que está acontecendo. Preciso aprender a língua sim, mas Deus me alertava para a questão de resgatar a identidade da pessoa que está me dando aula, Nakiru, mostrando-me uma nova perspectiva neste aprendizado. O quanto a mensagem da cruz e esta vida de fé impactam meus relacionamentos?

Parceiros de trabalho: esta semana tivemos um encontro com diferentes missionários, que trabalham em diferentes organizações e em diferentes áreas, todos com o objetivo de alcanças os Karamajong para Cristo. Estávamos em 28 pessoas, fora alguns que não puderam vir. Tivemos um tempo de compartilhar onde trabalhamos; as alegrias, os desafios e as expectativas; oramos juntos e tivemos uma refeição juntos.

Como Neemias, podemos trabalhar juntos para completar a obra que Deus nos deu a fazer. E este é um testemunho poderoso da mensagem da cruz e da vida pela fé.
Que a mensagem da cruz e a vida pela fé se façam visíveis no nosso dia a dia!

MOTIVOS DE ORAÇÃO
Continue orando...

  • Gratidão pela palavra de Deus, que me sustenta a cada dia
  • Gratidão pelas surpresas e pelo cuidado de Deus
  • Gratidão pelos novos contatos
  • Pelo aprendizado da língua: que Deus dê sabedoria, entendimento, boa pronúncia, possibilidade de se comunicar e ser bênção na vida da Nakiru
  • Pelos missionários que trabalham aqui na região para que em parceria possamos alcançar o povo Karamojong
  • Pela viagem para Kampala: que consiga resolver tudo que preciso e que seja um tempo de refrigério e renovo das energias
  • Gratidão pela minha permissão de trabalho, que está pronta
  • Gratidão pela entrevista marcada no Conselho de Enfermagem (nesta próxima quarta)
  • Pela entrevista em si, que Deus dê paz, sabedoria e que Seu nome seja glorificado
  • Que nestes próximos meses Deus dê clareza, sabedoria e discernimento para saber onde e como desenvolver o ministério

Que em todo tempo a marca da cruz e a vida pela fé, a qual Cristo já conquistou para nós, sejam visíveis em tudo o que fizermos.

Em Cristo, Dirce.

Avatar
Publicado por Fernanda