27/11/2018

TEMPO PARA TUDO

Eclesiastes 3:1-8
Para tudo há uma ocasião certa; há um tempo certo para cada propósito debaixo do céu.
Tempo de nascer e tempo de morrer,
tempo de plantar e tempo de arrancar o que se plantou, tempo de matar e tempo de curar,
tempo de derrubar e tempo de construir, tempo de chorar e tempo de rir,
tempo de prantear e tempo de dançar,
tempo de espalhar pedras e tempo de ajuntá-las,
tempo de abraçar e tempo de se conter,
tempo de procurar e tempo de desistir,
tempo de guardar e tempo de jogar fora, tempo de rasgar e tempo de costurar,
tempo de calar e tempo de falar,
tempo de amar e tempo de odiar,
tempo de lutar e tempo de viver em paz.


O texto bíblico por si só, já conta a vida. Cada frase é como um retrato da nossa existência, são alternâncias dentro de um plano maior. Tudo que tenho contado ao longo desses 27 anos de Ministério na África, retrata várias dessas frases, mostra a vida como se fosse o pêndulo de um relógio obedecendo as ordens do Todo Poderoso. Eu tenho vivido cada uma dessas frases que Salomão tão bem sumarizou, e sei que não é diferente para com nenhum de vocês. Momentos de muitas lágrimas, mas de risos, vi muita gente nascer e muita gente morrer (essa parte, por aqui é ainda mais real, pois os índices de natalidade e mortalidade em Moçambique são altos). Vi Deus curar pessoas, mas ouvi esse texto em tantos funerais (o tempo dele chegou). E quando chega, chega mesmo! Há um tempo para tudo. Lembro que quando começamos a construir o nosso instituto bíblico, os engenheiros do Brasil que nos assessoraram, não cobraram nem um centavo, mas pediram, numa proposta bem ecológica, que nós plantássemos algumas árvores no terreno. Assim fizemos. Era tempo de plantar. Mas chegou o tempo de se arrancar o que se plantou. Novos sonhos, novas propostas, e tempo de derribar e tempo de construir. A nova direcção da escola fez uma parceria com uma outra escola que vai alugar nosso espaço ocioso durante o dia. Isso vai gerar recursos (o que é muito bom). Para tal, os parceiros vão ajudar a construir o que ainda falta do seminário, e é claro, como eles também têm seus projectos, e necessidades, começaram obras no espaço que temos ocupado desde 1992. Árvores foram derribadas, para construir outros sonhos.... Novos tempos.

Por falar em construir, a obra do muro do projecto social tem avançado. Agora ficamos a aguardar o tempo de Deus para edificar as salas do projecto social.

“Há tempo de abraçar, e tempo de ficar longe”. Parece que os abraços só virão em meados de 2019, quando espero tirar férias e gastar um tempo com a família. A prioridade agora é terminar a tese, entregá-la e depois aguardar a Universidade marcar a defesa (Só Deus sabe quando). Que bom que Salomão nos lembra disso, que aqui debaixo do céu, as coisas acontecem de acordo com a vontade Daquele que fez os céus e a terra.... Deus é soberano. No passado vivemos momentos tensos em Moçambique, mas a instabilidade política está a se transformar em paz, embora ainda tenhamos focos de violência no Norte. No passado vimos portas fechadas para o evangelho, depois vimos as portas sendo escancaradas por vários anos, e agora? Agora, os vistos para religiosos estão cada vez mais difíceis de se obter e mais rigidez nas leis. A impressão é que o cenário está a mudar mais uma vez. As portas já não estão tão escancaradas. Para tudo há uma ocasião certa; há um tempo certo para cada propósito debaixo do céu... disse o pregador Salomão e Maura concorda!

Que Deus nos ajude dia a dia a discernir os propósitos Dele em cada detalhe da nossa vida.

Obrigada pelo vosso apoio e feliz natal e um abençoado 2019
MAURA JUÇÁ MANOEL

Avatar
Publicado por Fernanda