Na quinta-feira, dia 14 de março, um ciclone (chamado Idai) atingiu Moçambique, com ventos que chegaram a 177km/h, deixando um rastro de destruição, avançando rumo aos países Zimbábue e Malawi. Estradas, escolas, casas e hospitais foram danificados. 

A cidade da Beira, a segunda maior cidade do país, foi uma das mais atingidas e até esse momento (19) está sem energia e comunicação.

Cidades como Chimoio, Espungabera, e Lamego onde também há presença de missionários da AIM, foram atingidas.


Conseguimos na manhã do dia 18, contato com a líder da AIM no país, e temos a confirmação de que todos os nossos missionários estão seguros.

Suas casas foram destelhadas, e muitos deles estão abrigando famílias inteiras que perderam tudo. Uma família missionária ajudou a salvar centenas de pessoas, e atualmente conta com 300 pessoas acampadas ao redor de sua casa, em busca de segurança e abrigo. Eles estão completamente isolados de viagens por estrada. Outros missionários relatam que duas grandes pontes sobre dois grandes rios foram levadas embora. Muitos estão efetivamente encalhados.


Organizações como Cruz Vermelha e ONU estão no local, organizando recursos e pessoas para resgate. As fortes chuvas previstas para os próximos dias pode prejudicar muito a situação atual. O número de vítimas deve aumentar conforme as buscas por sobreviventes continuam.

Mais de 1.500 pessoas ficaram feridas devido à queda de árvores e destroços de edifícios, incluindo telhados de zinco, disseram funcionários da capital Maputo à BBC.

Temos relatos de que já há escassez de comida para auxiliar tantas pessoas, bem como água potável. O acesso às regiões está difícil pois não há mais estradas, e por causa da enchente não é possível pousar aviões.

Devido à essa situação a AIM acionou um fundo emergencial, e você pode fazer parte disso conosco. O Fundo de Assistência - Crise e Fome visa arrecadações para suprir necessidades básicas de alimentação e subsistência, bem como apoio na reconstrução de casas e evacuação, se necessário. 

Como posso ajudar?

ORANDO

Abaixo estão algumas ideias pelas quais você pode orar. Muitas foram enviadas a nós por missionários servindo nas áreas afetadas. Por favor, ore:


  • por comida. Os estoques são muito baixos. Robert & Karis Koehn, Cecília, Jinx & Dawn e Jennifer que estão tentando dar suporte a centenas de pessoas. Orem conosco por um milagre de multiplicação.
  • para que o socorro chegue aos necessitados. Ore por ajuda com helicópteros
  • por equipes médicas, tanto nacionais como de agências de ajuda humanitária, que eles sejam capazes de alcançar e tratar dos mais necessitados.
  • pela igreja em Moçambique. Ore para que neste tempo de crise os cristãos e os líderes da igreja sejam capazes de trazer cuidados práticos e espirituais em meio ao sofrimento.
  • pela liderança da AIM enquanto eles se relacionam com os missionários no local. Ore para que possamos apoiá-los remotamente.
  • por ajuda financeira para suprir necessidades de alimentação e reconstrução.
  • para que as chuvas cessem. Este é um período de muitas chuvas na região.


CONTRIBUINDO
Você pode fazer uma oferta para o projeto Fundo de Assistência - Crise e Fome clicando no botão abaixo, ou entrando em contato pelo telefone (43) 3357-1200.



Foto: Déborah Nguyen/WFP/AFP

Não fique fora do que Deus tem feito e planejado no Continente Africano. Contribua com este projeto!

R$ 70.184,00

Atingidos de R$ 80.000,00

Fundo de Assistência - Crise e Fome