22/01/2020

Sede firmes e constantes

Janeiro de 2020
“Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor” I Coríntios 15:58

O grande prêmio final da nossa carreira cristã neste mundo, é a ressurreição dentre os mortos, para estarmos para todo o sempre com o nosso Senhor Jesus Cristo, conforme a promessa feita por Ele mesmo (João 14:2), quando ainda estava em nosso mundo. O apóstolo Paulo ao tratar do tema da ressurreição dos mortos, termina sua explanação com este versículo ao lado. Ele nos exorta a sermos constantes e abundantes na obra do Senhor, porque no final seremos ressurretos e nada do que fizemos para o Senhor terá sido em vão. Todos nós deveríamos olhar para o texto completo deste capítulo e ao fim, aceitar este desafio que Paulo lança a todos nós, e então, podermos realizar neste novo ano de 2020 tudo o que o Senhor tem preparado para nós. Então, mãos à obra!

Desafios para 2020
Queridos irmãos, parceiros, cooperadores e intercessores na obra que Deus tem confiado a todos nós, esta nossa comunicação tem por objetivo informar sobre os nossos desafios ministeriais e também pessoais para este ano que recém começou.

O ano de 2019 foi muito bom em termos de realizações ministeriais, conforme informamos em nossas cartas regulares que vocês receberam, porém o ano passado também foi um ano de algumas perdas importantes.

Um dos desafios que temos neste ano, se dá por causa das perdas de parceiros importantes na composição de nosso sustento regular, como explicamos a seguir: 1. Perdemos por motivo de morte duas parceiras, irmãs queridas e fiéis, que nos apoiaram por muitos anos, cujos valores que ofertavam não foram repostos por outros parceiros, valores estes que nos fazem falta mensalmente na composição do nosso sustento; 2. Também perdemos uma das igrejas parceiras, que por algumas décadas estava nos apoiando regularmente, a qual parou com o apoio por não ter mais condições financeiras de faze-lo, este valor também não foi reposto por novos mantenedores; e 3. Ainda em 2019 fomos informados por outra igreja parceira, que a mesma deixará de nos apoiar oficialmente durante o decorrer deste ano de 2020. Enfim, estas perdas têm nos trazido várias dificuldades em nossas finanças. Temos consciência de que todos os que continuam nos apoiando, possivelmente não tenham condições de fazer mais do que já fazem, porém tomamos a liberdade de fazer chegar aos irmãos estas informações, para que possam orar conosco, para que o Senhor nos dirija com clareza enquanto buscamos por novos parceiros.

Os desafios ministeriais para o corrente ano, que implicarão em várias viagens, sejam na América do Sul para participar e apoiar o Movimento Três Ondas, seja na África para visitar pastoralmente os missionários da Miaf, ou mesmo dentro do nosso país. Para cumprir estas tarefas, necessitaremos de recursos para realizar estas atividades, especialmente para as viagens ao exterior.

Outro desafio que consideramos como parte do nosso trabalho, é o cuidado da minha mãe, que vai se tornando mais difícil e demandando mais tempo e atenção à medida que o tempo passa. Neste caso o desafio não é financeiro, mas sim de sabedoria e paciência para cuidar dela adequadamente.

Uma constante em nossas cartas em 2019, foi o reconhecimento da nossa necessidade, por sabedoria e discernimento em todas as nossas atividades. Certamente também temos este mesmo desafio e necessidade neste ano, que é o de realizar nossas tarefas com sabedoria e discernimento do Senhor, portanto este é um pedido constante que fazemos a todos aqueles que nos acompanham e nos apoiam.

Nosso desejo neste ano, é o de poder continuar com as mãos na obra do Senhor.

Desejamos a todos um 2020 abençoado por Deus.

Enoque e Eliane de Faria

Avatar
Publicado por Fernanda