20/09/2016

“No centro da vontade de Deus é o melhor lugar.”

“"Para que, no tempo que vos resta na carne, não vivais mais segundo as concupiscências dos homens, mas segundo a vontade de Deus.” (1 Pe. 4.2) ”

Viçosa, MG 17 de setembro de 2016.

Quero iniciar esse informativo com uma reflexão do texto acima. Um dos maiores desafios de qualquer cristão é caminhar no centro da vontade de Deus. Quanto mais vivo, mais me convenço de que é um dos assuntos mais profundos da vida cristã é a vontade de Deus. Quanto mais escavamos, mais percebemos quão pouco sabemos. Quando paramos e pensamos profundamente em como Deus nos guia, chegamos à conclusão de que este é um dos temas mais misteriosos da vida espiritual. A verdade é que nosso problema não é a falta de conhecimento, mas de paixão: uma relutância em fazer aquilo que acreditamos que Deus queira que façamos. Fazer a vontade de Deus raramente consiste em uma tarefa fácil e simples. Ao contrario, ela é sempre difícil e conturbada. Por não sabermos onde Deus está nos levando, precisamos abdicar da nossa vontade em favor da dele – e a maioria das pessoas não esta disposta a se curvar dessa maneira. “Deixar sua posição e chegar até onde Deus está exige grandes ajustes”, diz Henry Blackaby. Deus quer que andemos pela fé, não pela vista. No entanto quando surge a crise da crença, a fé e a obediência devem prevalecer. Desapego e risco são necessários. O mais importante e fundamental é que façamos a vontade de Deus. Isso é 100% de obediência.