01/03/2017

Sabedoria

““Se, porém, algum de vós necessita de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá liberalmente e nada lhes imprópera; e ser-lhe-á concedida” Tiago 1:5”

Santana de Parnaíba, fevereiro de 2017

Escolhemos o verso acima, para frequentar as nossas cartas durante este ano. Certamente este verso, se aplica a qualquer cristão em qualquer época ou em qualquer lugar de nosso mundo. Porém é muito importante notar-se, que apesar de o verso acima, ser uma grande demonstração da graça e do amor de Deus para conosco, o cumprimento de tal promessa está condicionada ao: “se, porém, algum de vós necessita de sabedoria…” Ou seja, isto só vai funcionar, se qualquer um de nós, reconhecer a sua própria necessidade de sabedoria, e então, ato contínuo, pedir. Da parte de Deus, Ele não somente promete dar o que necessitamos, como também promete não agir, de forma inapropriada, ou seja, lançando sobre nós algum impropério,
ou palavras injuriosas contra nós, ou seja, Ele nunca nos chamará de “bobinhos” ou de qualquer outra coisa semelhante, devido à nossa falta de sabedoria em determinadas situações ou assuntos. E é exatamente por causa deste ensinamento, que nós queremos declarar a nossa dependência de Deus e de sua sabedoria, nas mais diversas situações que já tivemos e que ainda vamos ter neste ano de 2017.

Metade do mês de fevereiro, Eliane e eu estávamos em Joinville cuidando de minha mãe, devido aos fatos ocorridos com ela, como já relatamos em cartas anteriores. Eu havia retornado da viagem aos EUA, como também relatei na última carta, e em seguida no mesmo dia, viajamos para o sul. Os dias ali tiveram suas tensões e dificuldades, pelo fato de que minha mãe por sua idade avançada, vai completar 96 anos, se esquece dos acontecimentos que a levaram a ficar com as atuais limitações, e pela mesma razão, não compreende o porque ela está imitada fisicamente. O resultado disto, é que ela necessita de supervisão e de cuidado por 24 horas. Assim, existem duas ajudadoras, uma para o dia e outra para a noite, que cumprem várias tarefas, e nos finais de semana, as tais tarefas ficam com os familiares. Apesar das dificuldades naturais deste tipo de situação, se pode afirmar que em geral a saúde dela é bem razoável.

Aproveitamos estes dias com menos atividades, para fazer consultas e exames médicos, processo que ainda está em andamento. Especialmente a Eliane já realizou uma bateria de exames e tão logo esteja com eles em mãos, ela vai retornar à médica que cuida dela. No mais
estamos bem.

Também, estes dias com menos atividades, estão servindo de preparação para as muitas atividades que virão em breve. Planejamentos e outras atividades como estas, estão ocupando o nosso tempo e a nossa mente nestes dias. Somos assim, gratos a Deus por tantas oportunidades
de servir que teremos durante este ano. Queremos ser fiéis em todas elas.

Em geral, nossas responsabilidades que já tínhamos nos anos anteriores, continuam, mas nos lembramos dos mais recentes, que é o Ministério Diáspora e o desafio de levantar intercessores para os povos não alcançados da África. Quanto à Diáspora Africana no Brasil, ainda nos faltam dados mais concretos que nos levem a estes grupos. Vários passos estão sendo dados a fim de nos preparar melhor para isto e vários planos estão sendo feitos a fim de avançar com este trabalho.

Renovamos com todos a nossa gratidão, pela bondade de Deus revelada através de cada um de vocês, intercessores e mantenedores, pois todos vocês têm se disposto nas mãos de Deus para nos ajudar e para ajudar a tantos outros que militam na causa do Evangelho.
Deus os abençoe grandemente!

Agradecimentos:

  • Pela boa saúde em geral que temos, que nos possibilita continuar os nossos trabalhos;
  • Pelo suprimento de nossas necessidades espirituais e materiais, sempre renovadas;
  • Pela benção de poder continuar servindo ao Senhor com nossas vidas.

Pedidos de Oração:

  • Pelas muitas responsabilidades que temos diante de nós neste ano;
  • Por sabedoria em realizar o que vier às nossas mãos para ser feito;
  • Por uma boa administração do nosso tempo em meio às muitas atividades.


Enoque e Eliane de Faria


Avatar
Publicado por Amanda