01/03/2017

Voltando de viagem

Chegamos a menos de uma semana da viagem que fizemos a África, mais especificamente para Nairobi no Quênia onde Paulo participou de diferentes reuniões com a liderança internacional da AIM/MIAF e onde juntos participamos da conferência da AIM/MIAF para missionários que servem entre Nações de Acesso Criativo (NAC), lugares onde a maioria da população é muçulmana e onde as boas novas do evangelho não podem ser pregadas abertamente. E é exatamente nestes lugares onde o trabalho missionário não é nada fácil que Deus tem se manifestado de formas variadas e milagrosas. Durante os 5 dias que estivemos juntos, ouvimos testemunhos maravilhosos de diferentes partes do norte e chifre da África, além de outras partes do continente,  sobre pessoas que tem decido deixar toda sua história de vida passada, incluindo anos de tradição religiosa de seus pais, povo e países para seguir a Jesus. Também fomos desafiados a continuar firmes nas ações de mobilizar igreja, pessoas e novos missionários
a se juntarem a nós no trabalho de evangelização por todo continente, pois dentre os mais de 300 milhões de pessoas não alcançados pelo evangelho cerca de 85% são povos onde o Islamismo é predominante. Como você pode perceber ainda há muito para se fazer e por isso nosso ministério de mobilização precisa se ampliar ainda mais buscando igrejas e pessoas dispostas a se envolver com a obra missionária na África.